27 setembro, 2009

UMA PAUSA SEM DÚVIDAS



O QUE ESTÁ ACONTECENDO COMIGO?

É esta pergunta que as mulheres geralmente fazem quando chegam a um determinado período da vida em que diversas mudanças ocorrem no seu físico e muitas vezes também no seu emocional.
Essas mudanças geralmente ocorrem na meia-idade (entre os 45 e 55 anos) e aparecem na vida da mulher num período denominado CLIMATÉRIO.

Esses sintomas começam a ser percebidos pela presença de ondas de calor, alterações no estado de ânimo, do sono, ressecamento vaginal e alteração da menstruação. Durante esta fase, que pode se prolongar por alguns anos antes de ocorrer à última menstruação (menopausa), vários sintomas físicos e psicológicos pode afetar a qualidade de vida e o bem estar da mulher.


Sabe-se que todos estes sintomas, ocorrem por causa de uma diminuição da produção dos hormônios chamados estrogênio e progesterona (hormônios femininos), produzidos pelos ovários, o que pode gerar alguns sintomas como:

FOGACHOS OU ONDAS DE CALOR
SUDORESE NOTURNA
ALTERAÇÕES DE ÂNIMO
INSÔNIA
DOR DE CABEÇA
PALPITAÇÕES
FADIGA
RESSECAMENTO VAGINAL
ALTERAÇÕES NA LIBIDO (atividade sexual pode ser afetada)
DIMINUICÃO DA MEMÖRIA
AUMENTO DE PELOS NO ROSTO (no queixo e sobre o lábio superior)

Se você está passando por esta fase da vida, não deve se assustar em sentir um ou uns desses sintomas, pois todas as mulheres, com raríssimas exceções, passam pelos mesmos neste período. O que você tem que fazer de imediato, é procurar o seu (ou sua) ginecologista conversar claramente sobre os seus sintomas, pois com certeza, você será orientada e medicada, para que sejam aliviados os seus sintomas, e para que você atravesse mais esta fase da sua vida com tranqüilidade, pois isto não é doença. Apenas você vai atravessar mais uma etapa do bem mais precioso que Deus lhe deu a sua própria vida.

MEDIDAS DE PRECAUÇÃO
(QUE VOCE PODE ADOTAR CONTRA AS QUEIXAS DA MENOPAUSA)

Estas sugestões são apenas auxiliares, antes de qualquer coisa, é preciso conversar com o seu médico.

ONDAS DE CALOR E RUBOR - Usar roupas leves, como as de algodão, ter sempre a mão um leque, evitar comidas e bebidas muito quentes, como: sopas, café e chás quentes. Beber aproximadamente oito copos de água por dia; exercitar-se regularmente; procurar não fazer refeições pesadas à noite. Acrescentar alimentos com soja e sementes de linhaça à sua alimentação.
ALTERAÇÕES DO HUMOR - Praticar exercícios com regularidade, manter um padrão regular de sono, seguir uma dieta balanceada e saudável.
ESQUECIMENTOS - Praticar exercícios mentais, como o de associar nomes; fazer palavras cruzadas e jogos que exijam memória.
DISTÚRBIOS DO SONO - Manter regularidade nos horários de adormecer e acordar; a partir do fim da tarde, nada de café, chocolate, bebidas cafeinadas (Coca-Cola), exercícios só pela manhã, relaxar os músculos ao deitar-se, tomar banho morno antes de dormir, e chás calmantes, tipo camomila.
GANHO DE PESO - Analisar e modificar hábitos alimentares, comer pequenas porções; entre as refeições, fazer três lanchinhos leves. Diminuir os carboidratos e as gorduras saturadas. Exercitar-se.

Qualquer pergunta referente a esse tema, será respondido por Marilene Silva junto a uma profissional da área.

Comente e expresse sua inquietude.

4 comentários:

Aparecida disse...

Dn.Marilene gostei muito da senhora ter abordado este assunto pois muitas mulheres sofrem quando chega esta fase da vida.Fiquei feliz em ve-la um grande abraço.Aparecida

AMC disse...

Marilene, maravilhoso comentário.
Gostaria de saber mais sobre ressecamento vaginal, muito embora uma jovencita na alma,kkkkkkkkkkk...
É possível que eu esteja a caminho quando me chama atenção esse item onde ja venho provando ardência temporária.
Gostaria de saber a causa original, se tem haver com esse tema, que tipo de tratamento para seguir desfrutanto dos meu apreciados 47 aninhos de sobrevivência.

Obrigada.

Ilsa Fabro disse...

D Marilene querida...acho que somos camaleoas...rsrsrs...pq além destes iténs todos acima,as unhas descamam,ficam fracas e ressecadas e cabelos caem...e qdo notamos estamos assim,quase que totalmente mudadas...verdadeiras camaleoas!!
O importante é sabermos que mudanças acontecem nesta etapa da nossa vida,ler sobre o assunto é muito bom e ir ao médico é melhor ainda,fircarmos alertas e bem informadas faz parte,para que estas mudanças não nos pegue sem nenhuma informação e nos cause insatisfações e constrangimentos para o nosso dia-a-dia..."e viva a novo ciclo com muito charme".
Bjs

geni jesus disse...

Ola D. Marilene.
Eu estou com 44 e não notei nenhum destes sintomas ainda mais venho procurando me informar, imagino que não deve ser fácil.
São mudanças inevitáveis, mas se podemos prevenir com essas dicas,
acho que vale a pena para um período passageiro, mas saudável