31 março, 2009

A Elegância do Comportamento

Existe uma coisa difícil de ser ensinada e que, talvez por isso, esteja cada vez mais rara: a elegância do comportamento.

É um dom que vai muito além do uso correto dos talheres e que abrange bem mais do que dizer um simples obrigado diante de uma gentileza.

É a elegância que nos acompanha da primeira hora da manhã até a hora de dormir e que se manifesta nas situações mais prosaicas, quando não há festa alguma nem fotógrafos por perto.

É uma elegância desobrigada.

É possível detectá-la nas pessoas que elogiam mais do que criticam.

Nas pessoas que escutam mais do que falam.

E quando falam, passam longe da fofoca, das maldades ampliadas no boca a boca.

É possível detectá-las nas pessoas que não usam um tom superior de voz.

Nas pessoas que evitam assuntos constrangedores porque não sentem prazer em humilhar os outros.

É possível detectá-la em pessoas pontuais.

Elegante é quem demonstra interesse por assuntos que desconhece, é quem cumpre o que promete e, ao receber uma ligação, não recomenda à secretária que pergunte antes quem está falando e só depois manda dizer se está ou não está.

É elegante não ficar espaçoso demais.

É elegante não mudar seu estilo apenas para se adaptar ao de outro.

É muito elegante não falar de dinheiro em bate-papos informais.

É elegante retribuir carinho e solidariedade.

Sobrenome, jóias, e nariz empinado não substituem a elegância do gesto.

Não há livro que ensine alguém a ter uma visão generosa do mundo, a estar nele de uma forma não arrogante.

Pode-se tentar capturar esta delicadeza natural através da observação, mas tentar imitá-la é improdutivo.

Educação enferruja por falta de uso.

E você, acha que elegância vem de uma filosofia de vida ou por comportamentos ensinados através dos padrões da etiqueta?

3 comentários:

Fatima disse...

Pode ser pelos dois ou apenas pela vontade de ser alguem melhor, ser sincera sem machucar as pessoas, falar a verdade sem criticar, ser amiga para alguem que nao gosta muito de voce mais precisa de um ombro para chorar, pequenos gestos que faz alguem se sentir grande. Algo que vem de dentro talvez possa ser ensinado para alguem que realmente deseja aprender.

Ilsa disse...

Sábias palavras,o melhor disto tudo,é saber que certos valores não caíram de moda!
E viva A ELEGÂNCIA!

Flavia disse...

realmente,concordo sao sabias palavras a grande mulher ela é conhecida por sua virtude e nao por suas vestimentas.e temos que representa JESUS da melhor maneira possivel