13 abril, 2012

A Figueira e o Couro

Há milhares de anos, num verdadeiro paraíso, se deu o encontro da figueira com o couro. A figueira, como sempre vaidosa de seus frutos doces em meio a enormes folhas verdes e viçosas, disse ao couro: "Imagine a minha glória! Fui a primeira árvore a vestir o ser humano e cobrir-lhe a nudez. Fui a única escolhida entre uma infinidade delas…" E orgulhosamente concluiu: "Dos meus ramos saíram vestimentas para reparar o estrago da fruta da outra árvore. Apesar dela ser mais formosa do que eu e ter seus frutos mais agradáveis aos olhos e ao paladar humano, 
ainda assim seu fruto o contaminou para sempre…"

Mas sua petulância durou pouco… Porque o Criador removeu aquelas folhas perecíveis e as substituiu pelo couro de um animal. Sabemos que as folhas não são o bastante para vestir o ser humano, já que não aquecem, não secam e não protegem.
Mas o couro, sim. Deus sacrificou um animal para cobrir a nudez do homem. E se pensarmos no sentido espiritual desse ato, verificaremos que somente através 
de um sacrifício que conseguimos verdadeiramente nos 
vestir nesse mundo – em todos os sentidos.
Você quer ter uma família feliz? Então precisa sacrificar a sua vida de solteiro, a sua liberdade, o seu salário e as outras mulheres. Você quer ter uma carreira bem sucedida? Então tem que correr atrás, dormir menos, ler mais sobre o que você quer fazer, investir no seu conhecimento e estudar.
Você quer ser uma pessoa de Deus? Então precisa passar pela porta estreita, negar-se a si mesmo, fugir do pecado, ser fiel, enfim, fazer a vontade de Deus e não a sua. 
O que é isso, senão sacrifício?
Somente através do sacrifício é que se conquista qualquer coisa. No caso de Adão e Eva, eles cometeram um grande 
erro e precisavam de algo que servisse como 
cobertura de tanta vergonha.
O animal sacrificado foi um exemplo do que o Senhor Jesus iria fazer mais tarde por toda a humanidade. No entanto, quando o Criador foi buscar os frutos da figueira em meio a tantas folhas, nada encontrou e então a amaldiçoou. 
Quando não há sacrifício, não há frutos de vida.
Um Lindo Final de Semana,
Rosana Oliveira
(11) 5641-3219 / 5644-5284

4 comentários:

debora disse...

Como esta arvore muitas pessoas se acham assim,melhores ou mais importantes que as outras,e Deus por nos conhecer por dentro, vê,o quanto estamos disposta a sacrificar pelo bem maior,onde a intenção basta.
"AMC fazendo diferença na minha vida" Débora

Celia Primo disse...

Não devemos ter apenas folhas bonitas e frutos focinhos, mas sim devemos aquecer aqueles que necessitam. Por isso devemos sacrificar e ser "couro"', Fazendo assim não secaremos como a figueira.

jude disse...

De fato o sacrificio é um dos mais certos caminhos para Deus,nosso pai é maravihoso ao ter dado seu filho para sacrificio.
e ainda há pessoas que vida com deus não é sacrifico trise é que muitos que se dizem de Deus tem essa tese."misericordia Senhor os que estão enganados".

geni jesus disse...

O sacrifício é o único caminho para uma vida de fato abençoada,sabemos que se queremos colher amanha essa vida, temos que sacrificar hoje sabendo que Deus é fiel para cumprir suas promessas.